Por que dar uma chance a House of Cards

house_of_cards

A série House Of Cards é uma aposta do Netflix e a primeira que nasce dentro de um canal de streaming na internet. É dirigida por David Fincher, aquele mesmo de Clube da Luta, A Rede Social e o Curioso Caso de Benjamin Button.

Vi ontem o primeiro episódio da série e seguem quatro apontamentos iniciais sobre ela.

1 – Você gosta de política e jornalismo? Se a resposta for positiva, o primeiro capítulo vai te empolgar. House of Cards começa com negociação, cinismo e traição: ou seja, política pura.

2 – O texto da série parece ser bem pensado. O protagonista é o Kevin Spacey que, a semelhança de alguns filmes do Wood Allen, guia o espectador diante das entranhas políticas norte-americanas.

3 – O David Fincher tem um bom crédito comigo. Além dos filmes citados acima, ele também dirigiu Seven – um clássico do suspense nos anos 90 – e a atual adaptação de “Os Homens Que Não Amavam As Mulheres”, filme que ficou melhor que a versão sueca.

4 – A cena inicial da série, com o protagonista matando um cachorro com uma frieza e um calculismo de dar inveja, ao mesmo tempo que explica a sua forma de atuar na política é, para mim, memorável.

Isso foi o suficiente para me empolgar mais do que as recentes séries que eu vi, como o ainda fraco “The Following” e o mediano “Homeland”. Também melhor do que séries que já caíram no gosto do público, mas que agora não vivem um bom momento como “Dexter”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s